Os últimos relatos da febre aftosa foram em 2006, nos estados do Paraná e Mato Grosso do Sul. Porém, a prevenção dos bovinos e bubalinos contra a doença ocorre anualmente. O aftovírus se espalha rapidamente e é transmitido pela carne, leite e saliva do animal já portador do vírus, mas também pode ser propagado por objetos, ar, água e ambientes já contaminados.

Para detectar se o animal possuí a infecção é necessário estar atento aos seguintes sintomas: perda de peso, febre, feridas na boca, gengiva, mamas e patas. Com esses indícios, a pastagem e a produção ficam comprometidas – o que gera grandes prejuízos econômicos aos produtores. Não existe tratamento para o animal que adquiriu a febre aftosa, sendo assim, ele precisa ser sacrificado e isso faz com que a vacina seja a única forma de combate da infecção.

A Rede do Campo é uma empresa que tem em seus valores o cuidado para com os associados e também com seus negócios, visando sempre o melhor para todos. Para isso, convidou o veterinário José Luiz Fonseca Souza, da Loja Na Roça Agropecuária, para tirar outras dúvidas sobre o assunto.

Por que vacinar o gado?

J: Para prevenir a doença e evitar que ela se espalhe. Com isso, é garantido a saúde dos animais e a qualidade dos produtos de origem animal.

Existe algum problema em não vacinar?

J: Além do produtor estar sujeito a multa, há o risco de a doença entrar em seu rebanho e transmitir para as propriedades vizinhas. Neste caso, o vírus pode criar uma enorme contaminação.

Como é comprovado a vacinação?

J: A comprovação se dá através da carta de vacinação junto da nota fiscal de compra da vacina.

A vacina é efetuada em quais períodos do ano?

J: Em animais jovens, com idade entre 0 e 24 meses, a vacina é realizada duas vezes ao ano. Em animais com mais de 24 meses, é apenas uma vez ao ano.

Por que a dose foi reduzida de 5 ml para 2 ml?

J: Um dos principais objetivos na mudança da dosagem é injeção de menor volume de óleo mineral, com consequente redução de reações alérgicas nos animais.

 

A vacina faz efeito imediato?

J: A vacina começa a fazer efeito assim que aplicada, mas sua imunidade é conferida seis meses após as primeiras vacinações.

Qual a importância de ter um gado saudável?

J: Ele se torna mais produtivo e garante um bom retorno econômico ao produtor, além da garantia de mercadorias com qualidade na mesa do consumidor.

Quais dicas você recomenda aos pequenos produtores?

J: A vacina deve ser conservada na temperatura entre dois e oito graus, em geladeiras ou em caixas térmicas com gelo. A falta de conservação inutiliza a sua eficiência;

As agulhas devem ser fervidas na utilização e de preferência no tamanho 10×15. É recomendável que elas sejam trocadas a cada cinco animais, pois evita a contaminação entre os animais e diminui o risco de edemas.

A campanha de vacinação contra a febre aftosa tem início em maio. Na Rede do Campo você encontra vacinas que protegem seus animais e garante que a doença continue erradicada na região e no País.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *